A medida do amor é amar sem medida.

O namoro é certamente uma das mais significativas experiências da vida humana. Trata-se de amar e ser amado, acolher e ser acolhido, escolher e ser escolhido.O namoro é o início de um futuro, de um ideal, de uma missão. O namoro é um tempo chamado hoje, mas com olhar para o amanhã.

Hoje comemoramos o dia dos namorados e por isso convidamos dois casais para contar um pouco de sua experiência para nós, um casal do Grupo de Jovens Filhos que Oram Pelos Pais, e um casal do ECC (Encontro de Casais com Cristo).

Dani e Vinícius – Grupo de Jovens

Nós nos conhecemos em um Luau do grupo de jovens da Paróquia Bom Pastor no final de 2017, foi um encontro totalmente improvável, era minha terceira participação no grupo e a primeira dela. Posteriormente, começamos a namorar e desde então nossa dedicação a igreja só aumentou, são três anos e meio juntos servindo na Paróquia, já atuamos na música, liturgia, no grupo de jovens Filhos que Oram Pelos Pais e no projeto Amigos do Oceano.

Estar em namoro alicerçado na fé e na igreja nos permite ter exemplos de casais que vivem plenamente o sacramento do matrimônio, famílias que servem a Deus e jovens que compartilham o mesmo objetivo que o nosso. Juntos buscamos ter Cristo como base para o nosso relacionamento fundamentando-o no amor, respeito, amizade e compreensão.

Karla e Rodrigo – Encontro de Casais com Cristo

Sou Karla, tenho 35 anos, casada com Rodrigo que tem 44 anos, pais da Isadora de 11 anos e do Filipe de 6 anos.

Estamos juntos há 12 anos e começamos a frequentar a Paróquia Bom Pastor após um convite para participarmos do ECC (Encontro de Casais com Cristo).

A princípio nem sabia que poderíamos participar do Encontro por não sermos casados no religioso, pois na época éramos casados apenas no civil. Ao participarmos do ECC surgiu em nosso coração um despertar por esse matrimônio, que é um sacramento tão importante mas que não dávamos a devida importância, eu venho de uma outra religião, que é a Presbiteriana e meu marido católico desde o nascimento.

A partir desse verdadeiro encontro com Cristo nossa vida começou a mudar, pois começamos a enxergar muitas coisas que em nosso olhar já não estava certo. Foi então que iniciamos nossa caminhada para o matrimônio no religioso. O primeiro passo foi entrarmos juntos para o catecumenato, eu fazendo primeira Eucaristia e nós dois fazendo o Crisma.

Depois de completarmos essa jornada nós nos casamos no religioso que foi a melhor decisão de nossas vidas e então surgiu em nosso coração o desejo de servir em alguma pastoral, mas eu sempre pedia a Deus que esse servir fosse em família, pois tinha o desejo que fazer juntos aos meus.

Para nossa surpresa, recebemos em 2020 o convite para sermos ministros de Eucaristia, eu, junto com meu marido. Apesar do medo que senti, por acreditar não estar preparada, coloquei nas mãos do Senhor que me deu todas as respostas para aceitarmos esse lindo convite. Mas como Deus é perfeito e não atende nossos pedidos pela metade, nossa filha Isadora manifestou o desejo de ser coroinha e junto conosco inciou seu servir.

Nosso coração em muito se alegra em cumprirmos aquele versículo de Josué 24:15 que diz: “Eu e minha casa serviremos ao Senhor…”!E que Deus nos abençoe nessa caminhada e abra as portas para em breve que Filipe também sinta em seu coração esse desejo de servir e estar a cada dia mais próximo a Deus.Que sejamos exemplo para nossos filhos e que eles estejam sempre com gente, esse é nosso desejo.

Que Deus possa abençoar sempre a vida e o relacionamento de vocês, agradecemos pelo sim de vocês para Deus e pelo servir em nossa Paróquia, por serem exemplos de casais e perseverança.